Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Dia da Memória do Holocausto

Preparam-se várias iniciativas tendo em vista recordar os 70 anos da libertação do Campo de Concentração de Auschwitz, durante a II Guerra Mundial, no dia 27 de Janeiro de 1945.

Esta noite, no Teatro de S. Carlos, em Lisboa, pode assistir a um concerto especial com a soprano Juliane Banse que irá cantar "Sechs Lieder nach Gedichten von Albert Steffen, op. 17" de Viktor Ullmann e ainda "Sechs Lieder nach Gedichten von Nikolaus Lenau und Requiem, Op. 90" de Robert Schumann.


O concerto, que começa às 21 horas, é uma iniciatiova conjunta da Embaixada da Áustria e Judaica - Mostra de Cinema e Cultura, o Dia da Memória. Após o espectáculo musical será exibido o documentário Nuit et Brouillard de Alain Resnais, com a música original Hanns Eisler, interpretada ao vivo pela Orquestra Sinfónica Portuguesa.

A Assembelia da República inaugura amanhã uma exposição dedicada ao tema do holocausto. Como tema temos o quotidiano das crianças nos campos de concentração. Cerca de um milhão e meio dos seis milhões de judeus mortos no Holocausto eram crianças, sendo que o número das que sobreviveram está estimado em apenas alguns milhares.

"Holocausto - Não foi uma brincadeira de crianças", é uma mostra itinerante do Museu Yad Vashem, que tem já sido mostrada em algumas escolas portuguesas, e pretende "abrir uma janela" para o universo das crianças nos campos de concentração através dos seus brinquedos, jogos, desenhos, diários ou poemas.

O programa prevê ainda a apresentação, pela Escola de Música do Conservatório Nacional, da ópera Bundibar, originalmente levada ao palco por crianças do campo de concentração de Theresienstadt, na então Checoslóvaquia ocupada, e da peça de teatro "As mãos de Abraão Zacut, de Luís de Sttau Monteiro, pelos alunos de um agrupamento de escolas de Portalegre.

Além das comemorações oficiais na Assembleia da República, várias escolas e instituições de todo o país irão assinalar este dia.

O Dia de Memória do Holocausto, efeméride promovida em Portugal pela Memoshoa - Associação Memória e Ensino do Holocausto, assinala o dia da libertação, em 1945, do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polónia, e foi aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas há uma década.

Se souber de outras iniciativas agradeço a colocação dessa informação na secção de comentários ou as coloque na página de facebook do "Aterrem em Portugal!"

Carlos Guerreiro

2 comentários:

  1. Auschwitz é escrito assim e não Aushwitz :p

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela correcção...

    Numa das palavras escapou-me um "c"...

    Já lá está.

    ResponderEliminar