Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Jornadas em Lisboa sobre o holocausto

A partir e amanhã o Instituto de História Contemporânea (IHC – NOVA FCSH) organiza umas jornadas abertas sobre a shoá e outros genocídios e crimes de massa nas instalações da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa. A inciativa conta com a co-organização e apoio do Mémorial de la Shoah (Musée et Centre de Documentation, Paris), da Memoshoá – Associação Memória e Ensino do Holocausto e do Instituto de Relações Internacionais (IPRI-NOVA).



É uma das primeiras iniciativas, em Portugal, a abordar as memórias do holocausto e de outros crimes de massa, contribuindo para uma análise crítica, transnacional e inter-geracional destas temáticas, razão porque o público-alvo desta iniciativa são os estudantes de História e de Ciência Política, bem como de outras Ciências Sociais ou Humanas.

As jornadas contarão com a intervenção de historiadores e investigadores em Ciência Política de Portugal e França, que abordarão, entre outros temas: a questão da memória e do esquecimento; os refugiados na Europa nos anos 30 e 40; os perpetradores nazis; a visão do mundo nacional-socialista e a ideologia salazarista; a atitude de Portugal face à Shoá; as atrocidades em massa e outros genocídios, entre os quais Timor Leste, Ruanda e ex-Jugoslávia; a violência em massa do estalinismo e a violência colonial.

A coordenação dos trabalhos está a cargo de Irene Pimentel (IHC – NOVA FCSH), Esther Mucznik (Memoshoá) e Bruno Boyer (Mémorial de la Shoah).

A inscrição é gratuita está aberta a todos e todas as interessadas, até ao limite dos lugares disponíveis. As inscrições devem ser feitas para o email jornadashoah@fcsh.unl.pt e o programa pode ser consultado AQUI.

Haverá tradução simultânea.

Sem comentários:

Publicar um comentário