Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

«Memórias e palavras»
Em Lisboa pode-se comer com fartura

 



É uma das muitas missivas que nos anos da guerra cruzaram a Europa desde Portugal com notícias de família ou de amigos. Entre as informações sobre a saúde ou a viagem também seguiam pequenos retratos sobre Lisboa e o país…

Este postal foi enviado por um Jean Carrier, de Lisboa para a tia - Madame Emile Beau -, em Saint Etiénne, na zona livre francesa.

Nada mais sei sobre Jean Carrier, mas é certo que a passagem por Lisboa lhe fez bem, ao ponto de já ter engordado alguns quilos no país onde, assegura, ainda é possível encher a barriga…

Fica uma tradução aproximada do postal…


Lisboa, 29 de Setembro de 1941.

Minha querida tia,

Escrevi-lhe a 20 e a 23.

A carta de 3 chegou-me a 24; quer dizer seis dias após a sua carta de 8!!

Também aqui sentimos o Outono, o que aqui quer dizer que a temperatura é ainda suportável & no próximo domingo regressamos às hora da gente honesta, ou seja a hora solar.

Foi uma pena que não tenhas podido fazer a tua viagem a Lisboa, pois Portugal é atualmente um dos raros países na Europa onde podemos comer com fartura & já recuperei vários quilos. Pergunto-me que reservas terão reunido em Saint Étienne tendo em vista o Inverno; Creio contudo que terão uma explicação fácil para justificar a penúria…  

Abraço-te do coração.


segunda-feira, 13 de setembro de 2021

«Escaparate de Utilidades»
Estoril, Costa do Sol

Revista "Vida Mundial Ilustrada", 18 de Setembro de 1941