Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

O Postalinho...
Mussolini em armas contra uma nação decadente

 


Postal britânico de propaganda, distribuído em Portugal possivelmente em 1942, pouco depois da vitória aliada nos territórios conhecidos como as colónias italianas da África Oriental.

Os transalpinos controlavam, em 1940, a Eritreia, a Etiópia e a chamada Somália Italiana e eram a única potência do Eixo com colónias africana viradas ao Índico. Para além de tropas terrestres e aviação tinham também, no porto eritreu, de Massava  sete contratorpedeiros, oito submarinos e duas lanchas torpedeiras.

Depois de declarar guerra aos Aliados - a 10 de junho de 1940 - as tropas de Mussolini invadiram a Somália Britânica ocupando, a 19 de agosto, a capital Berbera. Os italianos fizeram ainda surtidas nas fronteiras do Quénia e do Sudão, mas em janeiro de 1941 ingleses e sul-africanos ultrapassaram as posições italianas chegando - a 25 de fevereiro - a Mogadíscio, a capital da Somália italiana. 

Massava foi ocupado a 2 de abril, altura em que os contratorpedeiros e as lanchas torpedeiras já tinham sido perdidas e apenas sobreviviam quatro dos submarinos que escaparam para o Atlântico e chegaram a Bordéus, em França, onde integraram o comando Betasom, a unidade da Regia Marina de submersíveis a operar no Atlântico. 

O Império italiano na África Oriental desapareceu a 27 de novembro de 1941 após o fim dos combates nas montanhas no norte da Etiópia.


Carlos Guerreiro

Sem comentários:

Publicar um comentário