Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Livros...
Lisboa - Uma Cidade em Tempo de Guerra

A Casa da Moeda lançou no dia 4 de Outubro o livro “Lisboa - Uma Cidade em Tempo de Guerra” de Margarida Magalhães Ramalho, uma obra que pode ser adquirida em Português, Espanhol e Inglês por cerca de 25 Euros.


Fica a sinopse oficial deste trabalho:

Lisboa. Uma Cidade em Tempo de Guerra: histórias verídicas sobre o impacto da Segunda Guerra Mundial

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) lançou, no dia 4 de outubro, a obra Lisboa. Uma Cidade em Tempo de Guerra, da historiadora Margarida de Magalhães Ramalho. Este é um livro de histórias verídicas sobre um período ímpar da história em Lisboa, a Segunda Guerra Mundial.

Em Lisboa. Uma Cidade em Tempo de Guerra, a autora aborda temas como os refugiados, as alterações que a presença destes provocou na capital lisboeta, as guerras da propaganda e as teias tecidas pela espionagem internacional.

Portugal desempenhou um papel importante nesta época, por se ter mantido neutro durante todo o conflito, recebendo milhares de refugiados, e Lisboa foi um dos raros portos livres da Europa. Por aqui passaram, em trânsito para os Estados Unidos, casas reais no exílio, membros do governo de países ocupados, militares, artistas famosos, cientistas e muitos intelectuais.

Esta circunstância extraordinária conferiu à capital portuguesa uma atividade a que os lisboetas não estavam acostumados, exercendo influência sobre a vida da cidade e alterando as vivências e o ambiente de uma Lisboa pacata, que quase se torna num cenário cinematográfico — a Lisboa dos espiões e dos refugiados de guerra.

“Este livro não é um livro de História, mas sim de histórias”, refere Margarida de Magalhães Ramalho. Lisboa. Uma Cidade em Tempo de Guerra é uma obra que transporta o leitor para a Lisboa do final da década de trinta e início da década de quarenta do século passado, através de testemunhos, muitas vezes na primeira pessoa, dos refugiados que procuraram Portugal como o último reduto europeu para quem já não encontrava segurança numa Europa em guerra.

Escrito como se fosse um roteiro, com cinco capítulos independentes que podem ser lidos ao sabor da vontade de cada um, os temas abordados apoiam-se em documentação de arquivo, registos de imprensa, citações bibliográficas e alguns testemunhos pessoais.

A pensar nos leitores que gostam de partir à descoberta da cidade, o livro é acompanhado de um guia desdobrável, típico dos anos de 1940, onde, num mapa da cidade, estão assinalados alguns percursos relacionados com o tema da obra.

Boas viagens pela Lisboa de outros tempos
Carlos Guerreiro 
<---------------------------------------->

Para ler mais sobre outros livros clique AQUI. 

Sem comentários:

Publicar um comentário