Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Livros…
Jogo Duplo – Londres, Lisboa, Berlim


O mais recente livro do britânico Ben Macintyre, "Jogo Duplo", segue as pisadas de cinco espiões que ao longo da II Guerra Mundial fizeram jogo duplo, a favor dos britânicos, e que tiveram influência fundamental no desenrolar dos acontecimentos que asseguraram o sucesso do Dia D, o desembarque na Normandia.

A obra foi lançada, na sua versão portuguesa, em final do ano passado. Ainda não tive oportunidade de a ler, mas o “Aterrem em Portugal” deixa-lhe a sinopse oficial, a capa e a contracapa, um vídeo (em inglês) onde o autor faz um introdução ao livro e também um artigo publicado no Correio da Manhã e assinado por José Carlos Marques.

Sinopse:

O Dia D ficou para a história como o princípio do fim do Terceiro Reich, de Hitler. Nesse «dia mais longo», as forças aliadas desembarcaram nas praias da Normandia e venceram, com grande coragem e sofrimento, as disciplinadas tropas nazis.



Foi uma vitória alcançada pelas armas, mas poucos saberão que ela só foi possível graças a uma operação prévia de logro e engodo, destinada a convencer os nazis que Calais e a Noruega, e não a Normandia, eram os locais de desembarque da força invasora de 150 000 homens.

A equipa principal de espiões do Dia D era constituída por cinco elementos, que juntos formaram uma das unidade militares mais extravagantes jamais reunidas.

Sob o comando de um excêntrico, mas brilhante, oficial de informações que trabalhava num covil fumarento em Saint James, esta equipa de espionagem criou uma teia de ilusões tão intricada, que conseguiu ludibriar o exército hitleriano e ajudou as tropas aliadas a atravessar em segurança o Canal da Mancha.


Artigo do Correio da Manhã

Como cinco excêntricos mudaram a guerra
O livro ‘Jogo Duplo’ conta como os espiões enganaram Hitler ao serviço dos britânicos, com passagem pela frenética Lisboa

Por:José Carlos Marques

Na densa trama de mentiras que foi o jogo de espiões da II Guerra Mundial, não terá havido maior mestre que Joan Pujol García. O catalão que estudara na melhor escola espanhola de criadores de galinhas sonhava ser espião e servir a causa dos Aliados. Usou para isso a melhor arma de que dispunha: a imaginação. Tentou vender os seus serviços aos britânicos em Madrid, mas foi sumariamente rejeitado.

 
 
Pujol não desistiu. Contactou os alemães e conseguiu convencer Karl-Erich Külenthal, major da Abwehr (serviço de inteligência militar alemão) em Madrid, de que conseguiria chegar à Grã-Bretanha e espiar para os nazis. Foi então enviado para Lisboa, de onde escreveu os mais incríveis relatórios sobre o Reino Unido. Com a ajuda de guias turísticos, listas telefónicas e muito desvario, dizia que em Glasgow se bebia vinho, inventava lagos e exércitos, imaginava operações militares. Os alemães acreditavam que Pujol estava mesmo em Inglaterra e a produzir excelente informação, tanto que o condecoraram.

Em Lisboa, o catalão voltou a oferecer os seus serviços aos britânicos, que desta vez perceberam que Pujol seria o veículo ideal para enganar os alemães, levando-os a acreditar no que precisassem. E foi assim que o agente ‘Garbo’ chegou a Londres, na condição de agente duplo. Continuou a inventar mentiras e a contá-las aos alemães até ao fim da guerra.
 
UMA ESTRANHA EQUIPA

A história de ‘Garbo’ é uma das cinco peculiares carreiras de espionagem que o escritor inglês Ben Macintyre conta no seu livro ‘Jogo Duplo’, acabado de editar em Portugal. O livro conta como os britânicos montaram o comité ‘XX’ ou ‘Double Cross’, que se baseava no trabalho de espiões ao serviço dos nazis que se tinham passado para o lado britânico. Foi graças a eles que os Aliados conseguiram enganar Hitler acerca do local de desembarque no Dia D, a 6 de Junho de 1944, desviando as mais perigosas forças alemãs das praias da Normandia, onde viria a ocorrer a invasão do continente por tropas britânicas, americanas e canadianas.

Leia mais no Correio da Manhã.

Boas Leituras
Carlos Guerreiro

<---------------------------------------->

Para ler mais sobre outros livros clique AQUI.

Sem comentários:

Publicar um comentário